FME CE CPLP

Mulheres empresárias dos Estados membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) vão poder beneficiar de uma linha de crédito para investimentos em Moçambique. A abertura da linha de crédito faz parte do memorando de entendimento assinado hoje, em Maputo, pelo Banco Comercial e de Investimentos (BCI) e a Federação das Mulheres Empresárias e Empreendedoras da CPLP.

Segundo o presidente da Comissão Executiva do BCI, Paulo Sousa, as mulheres empreendedoras vão poder ter acesso a serviços especiais do banco. “Este protocolo cria condições especiais para as empresas ou mulheres que sejam nossas clientes no acesso

 

ao crédito e aos nossos produtos. Tentamos ir de encontro às necessidades das mulheres empreendedoras moçambicanas e também para as demais nos países da CPLP que decidam investir em Moçambique e que recorram à nossa instituição”, disse o PCE do BCI.

Por sua vez, Maria Assunção Abdula, representante da Federação das Mulheres Empresárias e Empreendedoras da CPLP, referiu que esta linha de crédito vai ajudar no desenvolvimento do empreendedorismo feminino. “Vamos poder dar apoio às mulheres. As mulheres precisam de financiamentos e de boas condições para suportarem os seus negócios. É um bom acordo que beneficiará a todas mulheres empresárias e empreendedoras”, disse Maria Assunção Abdula.

A parceria foi formada durante o “Chá Só Para Elas”, um evento organizado pelo BCI, que reúne mulheres de diferentes estratos sociais, desde as empreendedoras, ativistas sociais e educadoras. O evento tem como objetivo debater a importância do papel das mulheres no desenvolvimento socioeconómico, esta foi a terceira edição da iniciativa.

O “Chá só para elas” contou com a participação da Presidente da Assembleia da República, Verónica Macamo, representantes do corpo diplomático acreditado no país e de instituições públicas e privadas.

Please follow and like us: