Mulheres empresárias da CE-CPLP reuniram-se para debater os problemas socioeconómicos, num evento dirigido pela Federação das Mulheres Empresárias (FME) sob o lema “Crescer no Feminino: Como impulsionar o mercado da CPLP a várias geografias”.

 

Durante a conferência diversos participantes deixaram ficar o seu posicionamento sobre temas como a contribuição da comunicação para a mudança da realidade, o desenvolvimento social como base da economia da CPLP e a união existente entre os países membros, tendo-se concluído que a união entre as empresárias é a única saída para ultrapassar os actuais desafios.

 

No encontro que visava desvendar problemas, encontrar soluções e quebrar estereótipos, a Secretária Executiva da CPLP Maria do Carmo Silveira desafiou as mulheres a investirem em projectos empresariais mais ousados.

 

“As mulheres devem arriscar mais! Para além do empreendedorismo de sobrevivência devemos investir em projectos empresariais maiores”, recomendou a dirigente.

 

Por seu turno a Presidente da FME, Maria Assunção Abdula, encorajou a classe empresarial presente a trabalhar de forma dinâmica e colaborativa, pois acredita que só assim os desafios que as mulheres enfrentam na vida social e empresarial serão superados.

“Queremos que os limites dos nossos negócios não tenham fronteiras e acima de tudo, que os sonhos de cada mulher aqui presente não tenha limites de crescimento. Não tenhamos dúvidas estamos só a começar a colocar a primeira pedra numa estrutura que é de todas nós e para todas nós” frisou a empresária.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *